A IDENTIFICAÇÃO DAS MARCAS DE ORALIDADE EM PUBLICIDADES POR ALUNOS DA EJA

Luciana Martins Arruda, Camila Helena da Silva Mendes

Resumo


O trabalho de leitura e interpretação na Educação de Jovens e Adultos (EJA) requer do professor um olhar diferenciado para as especificidades dos alunos. Desse modo, objetivamos mostrar para eles que a oralidade e a escrita são consideradas duas modalidades diferentes, mas uma pode deixar suas “marcas” na outra. Além disso, pretendemos orientá-los a reconhecer que essas marcas são empregadas como estratégia de aproximação do anunciante com o público-alvo e a identificar a relação entre elas e os produtos anunciados.  Para analisar os dois anúncios selecionados, um da “Localiza” e o outro da “Racco”, na Fase VII da EJA, adotamos a metodologia da pesquisa-ação, na qual se utiliza uma sequência didática para o estudo desse gênero textual. Os resultados nos mostraram que tanto as experiências trazidas pelos alunos quanto as intervenções do professor propiciaram um entendimento maior da relação entre oralidade e escrita. Além do mais, alguns alunos mais jovens levantaram a questão de as marcas de oralidade estarem presentes nas conversas do dia a dia e na internet, como é o caso do Facebook. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexing:

       
   
   
   
ISSN: 2358-8411 
 

 This work is licensed under a Creative Commons License Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.