A HUMANIZAÇÃO NA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM UNIDADES DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA

Thatiane Ribeiro de Almeida Rocha, Fernanda de Oliveira Pinto

Resumo


Pode-se dizer que humanizar a saúde significa, valorizar as práticas do relacionamento entre o profissional e o cliente baseando-se no respeito e confiança, proporcionando uma assistência mais justa e mais digna para o cliente. A humanização garante um atendimento agradável e um contato mais profundo com alguém, visando o sentimento da pessoa, e não de objeto. O objetivo deste trabalho foi identificar a percepção do enfermeiro sobre a humanização na unidade de atendimento de urgências e emergências, além de conhecer o processo de atendimento humanizado em serviços de urgência e emergência no ambiente hospitalar dando ênfase à assistência de enfermagem. O presente estudo é de natureza quali-quantitativa, descritiva, exploratória e correlacional, onde foi usado para coleta de dados um questionário semi-estruturado, contendo 10 questões, do tipo fechada de múltipla escolha, com a finalidade de conhecer o que os profissionais de Enfermagem pensam a respeito da Assistência Humanizada nas unidades de Urgência e Emergência. Fizeram parte do estudo 18 profissionais de enfermagem (11 enfermeiros e 7 técnicos de enfermagem) o campo de pesquisa foram 04 hospitais, sendo 2 públicos e 2 privados do município de Campos dos Goytacazes/RJ. Diante da literatura científica consultada, e os resultados obtidos pela pesquisa foi possível constatar que os profissionais justificam a não realização da prática da assistência humanizada, devido à falta de recursos, em seu local de trabalho e carga horária excessiva, o que leva a uma dificuldade quanto a sua atualização sobre a humanização, além de não possuírem condições financeiras para tal.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexing:

       
   
   
   
ISSN: 2358-8411 
 

 This work is licensed under a Creative Commons License Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.