A DESMISTIFICAÇÃO DAS COBRAS NA EDUCAÇÃO: DOS PERIGOS IMINENTES AOS USOS INTELIGENTES

Rodrigo da Costa Caetano, David Gitirana da Rocha, Wilmar Dias da Silva

Resumo


Meios de comunicação e livros didáticos tratam serpentes como provocadoras de morte. Quando venenosas, causam acidentes ofídicos, podendo gerar lesões, sofrimento, amputações, incapacidade e óbitos. São animais estigmatizados e sua importância para o equilíbrio ecológico é majoritariamente negligenciada. Contudo, pesquisas têm revelado potencial para melhoria da qualidade de vida por meio da farmacologia associada à venômica. Não obstante, há incipiente reverberação nas mídias e uma insatisfatória inserção dos usos inteligentes das serpentes no Ensino Médio, assim como dificuldades de contemplar uma perspectiva ampliada para a temática na formação docente em Biologia. Propomos uma reflexão a partir de estudos científicos, dados sobre acidentes ofídicos no Brasil e análise de livros didáticos, visando à articulação dos conhecimentos e à popularização da pesquisa.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexing:

       
   
   
   
ISSN: 2358-8411 
 

 This work is licensed under a Creative Commons License Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.