A EXCENTRICIDADE DOS PLANETAS E A PRIMEIRA LEI DE KEPLER: ATIVIDADE DE PROVA EXPERIMENTAL

Sabrina Alves Boldrini Cabral, Eliane Scheid Gazire

Resumo


Nesse trabalho, apresentamos um recorte da pesquisa “Desenvolvendo o Pensamento Argumentativo Geométrico: Construindo práticas Investigativas” apresentada ao programa de Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática da PUC Minas. A presente pesquisa foi desenvolvida no sentido de propor situações de ensino que levassem o aluno a: observar, experimentar, refletir, conjecturar e refutar. A atividade aqui descrita, “A excentricidade dos Planetas e a Primeira Lei de Kepler”, foi construída com objetivo de analisar, de acordo com o modelo proposto por Balacheff (2000), o nível de prova geométrica encontrado nas argumentações dos alunos do 3º ano do Ensino Médio, bem como apresentar subsídios de que o ensino de provas e demonstrações, partindo da experimentação, pode levar o aluno a desenvolver um nível mais elevado de compreensão geométrica. Nesse sentido, apresentamos nesse trabalho alguns dados resultantes da aplicação dessa atividade em sala de aula seguidos de algumas reflexões relacionadas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexing:

       
   
   
   
ISSN: 2358-8411 
 

 This work is licensed under a Creative Commons License Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.