Todos nós ninguém: o lugar da psicologia em tempos de obscuridade do pensamento.

Crisóstomo Lima

Resumo


Sem dúvidas vivemos tempos de crise. Concepções de família, política, justiça, enfim, de verdades em geral vivem uma inequívoca crise em nosso cotidiano, em nosso mundo. Crises que promovem intensas desestabilizações de toda ordem e que constituem o contexto de trabalho do profissional da psicologia, que é demandado a atuar, a intervir. Na radicalidade do niilismo contemporâneo o fenômeno da impessoalidade impera de modo majoritário nas relações do mundo-da-vida. A debilidade de uma apropriação mais pujante do homem atual consigo próprio enquanto horizonte constituinte de mundo propaga relações cada vez mais ascépticas e o autênticas. Esta apresentação busca promover reflexões que nos levem a visualizar possibilidades de lançar um olhar mais atento a este fenômeno, bem como de germinar experiências de outras ordens para este profissional psi e todos aqueles que se permitam a revestir seus olhares com um incremento de maior estranhamento temático frente a esta opacidade reinante.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexing:

       
   
   
   
ISSN: 2358-8411 
 

 This work is licensed under a Creative Commons License Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.